A

minha escola adota um museu, um palácio, um monumento...

O concurso escolar "A minha escola adota um museu, um palácio, um monumento..." é uma iniciativa dirigida a alunos dos ensinos básico e secundário, cujo objectivo é  estimular o conhecimento da realidade museológica e patrimonial nacional, através do contacto das escolas com os museus e consequente sensibilização para a conservação, proteção e valorização do património cultural e consequente integração das crianças e dos jovens na comunidade.

O subprograma "A minha escola adota um museu, um palácio, um monumento…"  é promovido conjuntamente pela Direção-Geral da Educação (DGE), no âmbito do Programa de Educação Estética e Artística, e pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC).

Natureza dos Trabalhos

Os candidatos devem apresentar portefólios com trabalhos relativos a um museu ou um palácio que integre a Rede Portuguesa de Museus ou a um monumento tutelado pela DGPC, preferencialmente o museu, o palácio ou o monumento mais próximo da escola, de modo a promover o conhecimento do património local.

Podem concorrer trabalhos originais nos seguintes domínios:

  Produção escrita

  Artes visuais

  Artes performativas

  Fotografia

  Vídeo

  Multimédia

Os trabalhos a concurso devem incidir sobre um testemunho, ou conjunto de testemunhos, disponíveis no museu, palácio ou monumento com o qual os candidatos se proponham colaborar.

O museu, o palácio ou o monumento disponibilizarão obrigatoriamente uma memória descritiva e imagens do testemunho ou do conjunto de testemunhos que irão ser objeto de estudo para a produção de um trabalho original pelos concorrentes.

Cada trabalho final é constituído por um portefólio que deverá, obrigatoriamente, integrar os seguintes elementos:

  Trabalho original;

  Memória descritiva e imagens dos testemunhos selecionados;

  Descrição do processo, indicando as suas fases mais significativas, a metodologia utilizada, fontes de pesquisa mobilizadas e modos de articulação com os conteúdos curriculares (máximo 1500 caracteres), a produzir pelo/a professor/a;

  Declaração assinada pelo órgão de gestão do agrupamento de escolas / escola não agrupada validando cada um dos trabalhos apresentados a concurso.

Os portefólios com os trabalhos para apreciação devem ser entregues nos museus, palácios ou monumentos com os quais se colaborou até ao final do prazo estabelecido em cada edição do concurso.

Na 8ª edição do Concurso, os alunos do Curso Profissional Técnico de Design Gráfico, do 11º L, da Escola Secundária de Cacilhas-Tejo “adotaram” a obra «Autorretrato num Grupo», de José Almada Negreiros, pertencente à Coleção do Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão da Fundação Calouste Gulbenkian.

Fotografia | Ana Rita Silva, Ângela Pereira, David Ferreira, Déborah Campante e Flávio Matos

Categorias de Candidatos

Foram criadas as seguintes categorias de candidatos:

  1º Ciclo do Ensino Básico

  2º Ciclo do Ensino Básico

  3º Ciclo do Ensino Básico

  Ensino Secundário

  Educação Especial

Os trabalhos são avaliados por um júri, nomeado anualmente para o efeito, e os resultados do concurso são divulgados nos portais da DGE e da DGPC.

Os trabalhos premiados são expostos num museu, palácio ou monumento tutelado pela DGCP.

Documentos:

Este site foi otimizado para os seguintes browsers e versões superiores: Firefox 11 para Mac OS e Windows | Internet Explorer 10 para Windows | Apple Safari 5 para Mac OS | Chrome para Mac OS e Windows