Início

Discursos sobre os Universos Visuais

Representação Técnicas e Expressividade

Cor

Forma

Ritmo

Movimento

Textura

Metáfora

Metamorfose

Método Comparativo

Estratégias de Mediação

Intencionalidade Expressiva / Criativa

Fruição – Contemplação  |   Interpretação – Reflexão | Experimentação – Criação

A área das Artes Visuais pressupõe uma prática sistemática e contínua, de modo a promover um desenvolvimento de capacidades e competências, individuais e coletivas. Assim, nesta proposta, estruturaram-se três eixos interdependentes que se identificam como fundamentais para o desenvolvimento de uma ação educativa que, desde cedo, proporcione vivências de diferentes universos visuais: Fruição – Contemplação; Interpretação – Reflexão; Experimentação – Criação.

  Fruição – Contemplação

Pretende-se, de uma forma sistemática, organizada e globalizante, desenvolver as capacidades de apreensão e de interpretação no contacto com os diferentes universos visuais (manifestações artísticas, entre outras narrativas visuais, proporcionando múltiplas leituras).

Interpretação – Reflexão

Incentiva-se, a partir da experiência pessoal de cada um, a apreciação estética e artística, através dos processos de observação, descrição, discriminação, análise, síntese e juízo crítico (opiniões com critérios fundamentados), captando a expressividade contida na linguagem da obra / objeto.

  Experimentação – Criação

Conjugam-se a experiência pessoal, a reflexão, os conhecimentos adquiridos (conceitos), através de exercícios e de técnicas, para a expressão de conceitos e temáticas, procurando a criação de um sistema próprio de trabalho.

Dimensões

■  Discursos sobre os Universos Visuais

Procura-se desenvolver as capacidades para a construção de um discurso sobre o que se olha e o que se vê, através da comparação de diferentes Universos Visuais, partindo da descoberta dos elementos mais facilmente identificáveis nas imagens, das vivências de cada criança, para uma interpretação mais abrangente e mais complexa, fazendo interdepender três realidades: imagem/objeto, sujeito e a construção de outras hipóteses de interpretação.

■  Representação Técnicas e Expressividade

Promove-se a aprendizagem dos saberes da comunicação visual para que a criança possa identificar e analisar, com um vocabulário específico e adequado, conceitos, contextos, técnicas em obras artísticas e/ou noutras narrativas visuais, aplicando os saberes apreendidos em situações de observação e/ou da sua experimentação plástica, incentivando-a ao desenvolvimento do seu estilo de representação.

■  Intencionalidade Expressiva / Criativa

Pretende-se que a experimentação plástica da criança não seja encarada como uma atividade ilustrativa do que vê, passando a ser a (re) invenção de soluções para a criação de novas imagens, relacionando conceitos, materiais, meios e técnicas; imprimindo-lhe a sua intencionalidade.

Este site foi otimizado para os seguintes browsers e versões superiores: Firefox 11 para Mac OS e Windows | Internet Explorer 10 para Windows | Apple Safari 5 para Mac OS | Chrome para Mac OS e Windows