M

ini Dias da Música

  Academia de Música de Santa Cecília

  Escola de Música do Conservatório Nacional

  Escola de Música Nossa Senhora do Cabo

  Escola Superior de Música de Lisboa (ESML)

  Colégio Moderno

De acordo com Miguel Leal Coelho, Presidente Interino do Conselho de Administração do CCB, "a ideia é colocar na prática o efeito de espelho, ou seja, o público que está sentado na sala, está a ver em palco músicos da sua idade", para que este contacto direto e ao vivo com a música possa promover a formação de novos públicos e, quem sabe, de futuros executantes.

Na 1ª edição dos "Mini Dias" realizaram-se oficinas corais onde os jovens puderam experimentar pela primeira vez a sensação de fazer parte de um coro, de fazer música em conjunto, assim como oficinas de experimentação de instrumentos (piano e cravo; sopro e percussão; cordas) em que se apresentaram os instrumentos musicais, falando sobre eles, dando-os a ouvir e a tocar, já que no final houve oportunidade para quem assistiu os experimentar. Procurou-se despertar uma escuta mais informada e, eventualmente, descobrirem-se vocações. Numa orquestra, quando os múltiplos instrumentos musicais soam juntos parecem ter vivido juntos deste sempre. Porém, olhando bem de perto, revela-se um mundo de diferenças fascinante: são cordas, sopros e percussões; cordas friccionadas, percutidas e beliscadas; sopros metais e sopros madeiras com as mais variadas configurações de tubos, boquilhas e campânulas; membranas esticadas, caixas-de-ressonância e idiofones percutidos por um sem-número de baquetas.

A orquestra sinfónica OJ.com, formada por 88 músicos com idades compreendidas entre os 14 e os 20 anos, que frequentam escolas de música públicas, encerrou em cheio a 1ª edição destes "Mini Dias", com a interpretação da Sinfonia N.º 1, "Titan", de Gustav Mahler, dirigida pelo maestro Cesário Costa. Em declarações à Lusa, Cesário Costa salientou "o potencial muito grande dos jovens selecionados" para esta orquestra, para os quais "esta é uma oportunidade de trabalhar repertório que não teriam de outra forma".

À entrada do concerto de encerramento vários alunos exprimiram a sua admiração pelo auditório "ser tão grande". Para muitos foi a primeira vez que iam assistir a um concerto por uma orquestra sinfónica, ao vivo.

Os "Mini Dias", de acordo com declarações à Agência Lusa de Miguel Leal Coelho, inserem-se "num projeto mais amplo (…), iniciado este ano, que apresenta uma escola de música por mês” afirmando ainda que são uma iniciativa “seguramente para repetir", principalmente porque "a adesão foi surpreendente", tanto por parte das crianças como dos professores que as acompanharam, que consideraram a sua participação no festival, "uma experiência inesquecível".

Em conversa com alguns docentes do Agrupamento de Escolas de Vialonga, a Professora Anabela Brito assegurou que "os alunos ficaram fascinados" e afirmou considerar a iniciativa muito interessante e motivadora, "mesmo para os alunos que não são de música. Poderem ver tantos rapazes e raparigas, mais velhos e mais novos, a mostrarem o trabalho que fazem, pode ser um incentivo para, quem sabe, começarem a aprender a tocar um instrumento".

A Professora Anabela também não quis deixar de destacar a palestra a que assistiu com os seus meninos, que considerou "fora do comum, porque quando ouvimos falar de música pensamos sempre na execução [mas] nunca pensamos na composição". Deste modo, esta experiência permitiu-lhes compreender que "para conseguir compor não é preciso ser nenhum génio, ou Mozart, e eles, tão novos, conseguem fazê-lo".

Anabela Brito, Professora de Português e Francês, 3º Ciclo, Agrupamento de Escolas de Vialonga

Esta ação testemunha a excelência da educação musical desenvolvida pelas instituições participantes, responsáveis por um acesso à música cada vez mais transversal na sociedade.

Em 2015 Os "Dias da Música" serão realizados sob o tema "Luzes, Câmara, Música". A programação terá em conta a música que se faz e fez para cinema e a música que o cinema foi buscar, nomeadamente a erudita.

Segundo Miguel Leal Coelho "Luzes, Câmara, Música" vai entrar em cinemas, escolas, e trazer aos "Dias da Música" 2015 os grandes temas que fizeram filmes ou os grandes filmes que criaram temas inesquecíveis.

Este site foi otimizado para os seguintes browsers e versões superiores: Firefox 11 para Mac OS e Windows | Internet Explorer 10 para Windows | Apple Safari 5 para Mac OS | Chrome para Mac OS e Windows