em contexto escolar
Início

P

rograma de Educação Estética e Artística

O Programa de Educação Estética e Artística, abreviadamente designado por PEEA, é uma iniciativa da Direção-Geral da Educação - Ministério da Educação. Pretende desenvolver um plano de intervenção que visa implementar uma estratégia integrada, a nível nacional, no domínio das diferentes formas de arte em contexto escolar:

  Artes Visuais

  Dança

  Música

  Teatro

O PEEA procura promover as artes e a cultura no universo escolar, em parceria, sempre que possível, com as diferentes Instituições Culturais (museus, teatros e academias, entre outras). Pretende que crianças, professores e famílias desenvolvam o gosto pela Arte, criem hábitos culturais e valorizem a Arte como uma forma de conhecimento, que se reveste de especial importância para o desenvolvimento permanente do ser humano.

A cultura e a arte são fundamentais para o processo educativo e o Programa de Educação Estética e Artística tem vindo a desenvolver modelos alternativos de formação dos profissionais de educação, no domínio das diferentes formas de arte, assim como ações conjuntas entre os Agrupamentos de Escolas e as Instituições Culturais, fomentando um trabalho de parceria entre os docentes, os alunos e as suas famílias.

O PEEA tem contado com o cofinanciamento de várias instituições - Fundação AGA KHAN, Fundação Calouste Gulbenkian e Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI).

O Programa de Educação Estética e Artística, que decorre desde 2010, já envolveu um total de 5635 docentes e 99843 alunos.

Docentes Envolvidos

■    Educadores de Infância: 373 | Professores 1.º Ciclo: 326

■    Educadores de Infância: 394 | Professores 1.º Ciclo: 536

■    Educadores de Infância: 136 | Professores 1.º Ciclo: 431

■   Educadores de Infância: 170 | Professores 1.º Ciclo: 403 | Outros Níveis de Ensino: 94

    Educadores de Infância: 169 | Professores 1.º Ciclo: 496 | Outros Níveis de Ensino: 67

    Educadores de Infância: 195 | Professores 1.º Ciclo: 532 | Outros Níveis de Ensino: 155

    Educadores de Infância: 213 | Professores 1.º Ciclo: 498 | Outros Níveis de Ensino: 63

    Educadores de Infância: 106 | Professores 1.º Ciclo: 256 | Outros Níveis de Ensino: 38

Alunos Abrangidos

■    Crianças Pré-escolar: 4647 | Alunos 1.º Ciclo: 3849

■    Crianças Pré-escolar: 7298 | Alunos 1.º Ciclo: 10555

■    Crianças Pré-escolar: 2561 | Alunos 1.º Ciclo: 7031

■   Crianças Pré-escolar: 3064 | Alunos 1.º Ciclo: 8081 | Outros Alunos: 1035

    Crianças Pré-escolar: 3376 | Alunos 1.º Ciclo: 9902 | Outros Alunos: 2537

    Crianças Pré-escolar: 3902 | Alunos 1.º Ciclo: 9999 | Outros Alunos: 1714

    Crianças Pré-escolar: 3702 | Alunos 1.º Ciclo: 9024 | Outros Alunos: 601

    Crianças Pré-escolar: 1858 | Alunos 1.º Ciclo: 4762 | Outros Alunos: 295

Neste sentido, o PEEA pressupõe uma progressiva aprendizagem dos saberes integrados com diferentes universos culturais em que, de um modo globalizante, se privilegie o:

  Desenvolvimento da Criatividade

Assenta na mobilização e integração de um conjunto de experiências, saberes, e processos que as crianças percecionam, selecionam e organizam, atribuindo-lhes novos significados. Este desenvolvimento da criatividade permite um enriquecimento dos seus universos simbólicos, que podem assumir diferentes manifestações e experimentações (plásticas, cinestésicas, teatrais, musicais).

Sentido Estético

Para incentivar o sentido estético importa proporcionar à criança oportunidades de apreciar e fruir diferentes manifestações artísticas. O contacto com o meio envolvente, com a natureza, com a cultura, com diferentes formas de expressão artística permitirão à criança apreciar a beleza em diferentes contextos e situações, contribuindo para o desenvolvimento do seu sentido estético.

  Contacto com Diferentes Universos Culturais

A criança desenvolve a criatividade e a sensibilidade estética através do contacto com diferentes manifestações artísticas, que representem diferentes épocas, culturas e estilos, em áreas diversificadas da Música, do Teatro, da Dança e das Artes Visuais.

Surgem, desde modo, três eixos de orientação que são comuns às quatro áreas:

Fruição Contemplação

Reflexão Interpretação

Experimentação Criação

■  Fruição – Contemplação

Pretende-se, de uma forma sistemática, organizada e globalizante, desenvolver as capacidades de apreensão e de interpretação no contacto com os diferentes universos culturais.

Interpretação – Reflexão

Incentiva-se, a partir da experiência pessoal de cada criança, a apreciação estética e artística, através dos processos de observação, descrição, discriminação, análise, síntese e juízo crítico.

  Experimentação – Criação

Conjugam-se a experiência pessoal, a reflexão, os conhecimentos adquiridos através de exercícios e de técnicas, para a expressão de conceitos e temáticas, procurando a criação de um sistema próprio de trabalho em cada criança.

Deste modo, a tónica formativa do PEEA não se baseia exclusivamente no "fazer" mas também na observação e na reflexão.

Este site foi otimizado para os seguintes browsers e versões superiores: Firefox 11 para Mac OS e Windows | Internet Explorer 10 para Windows | Apple Safari 5 para Mac OS | Chrome para Mac OS e Windows